segunda-feira, 30 de junho de 2008

Dr. Pina


Ainda não estou em mim. Na noite passada faleceu o Dr. Pina, o cirurgião que realizou o transplante do Miguel. Já aqui falei muitas vezes dele, pois além de um profissional excelente, sempre foi de uma grande amabilidade e dedicação pessoal. Costuma-se dizer que as pessoas são insubstituíveis, mas o Dr. Pina era uma dessas pessoas, sem dúvida. Tenho muitas memórias dele, e tenho um respeito infinito pelo seu trabalho. Desde a primeira consulta, já lá vão uns 4 anos, transmitiu-nos muita confiança, conhecimento, experiência e, sobretudo, honestidade. Sempre nos apresentou todos os factos com clareza, sem esconder eventuais problemas ou complicações. Sempre teve tempo para nós. Respondia a todas as questões. Sempre olhou para o Miguel com uns olhos bondosos e generosos, de quem sabia que tinha nas suas mãos a capacidade para tornar melhor a vida e o mundo do Miguel.

Era incansável. Passava dias e noites no hospital. Quando o Miguel esteve internado, recebemos a visita diária do Dr. Pina. Mesmo no domingo, apareceu vestido "à civil", mas apareceu. E as enfermeiras confirmaram a sua dedicação aos doentes. Aqui há 2 anos, quando o Miguel teve o seu "ameaço de transplante", que não chegou a acontecer, a cirurgia iria começar por volta das 23 horas de um domingo. Lembro-me de lhe dizer que já era tarde e de ele me responder que trabalhava melhor pela noite fora. Lembro-me da forma desolada como nos veio dar a notícia de que não iria poder usar o rim no Miguel. Estava mais desconsolado do que nós próprios. Demorou a tomar essa decisão e não a tomou de ânimo leve. Mas, mais uma vez, só aumentou a confiança e o respeito que temos por ele.

Sempre que passava por nós no hospital fazia questão de nos falar e tinha sempre uma palavra ou comentário simpático.

Já o sabia, mas hoje fiquei convicta de que foi realmente um privilégio conhecer este Senhor e beneficiar da sua experiência e sabedoria. Na noite em que nos chamaram para o transplante do Miguel, antes de decidirmos se íamos, perguntámos se seria o Dr. Pina a fazer o transplante. Não nos deram a certeza, mas só descansámos quando nos disseram que sim e o vimos de manhã, confiante. O transplante até poderia ter corrido igualmente bem com outro cirurgião, mas só no Dr. Pina entregámos o nosso filho sem reservas.

Poderia estar aqui a "falar" do Dr. Pina parágrafos e parágrafos... Um bom homem, que além de um legado profissional de excelência, deixa ainda 5 filhos pequenos. Uma perda irreparável.

Descanse em Paz, Dr. Pina. Já ganhou o seu cantinho no Céu.

quarta-feira, 25 de junho de 2008

3 meses!

Nem quero acreditar! Não vou dizer que passaram muito depressa, porque não é verdade. Houve dias longos, mas não muito desesperantes. O que me custa a crer é como as coisas têm corrido tão bem. Desde a própria cirurgia, à recuperação física, nada podia ter corrido melhor. É verdade que tínhamos imenso medo do transplante e o Miguel conseguiu-nos provar que não havia razão para tal. Estamos muito satisfeitos e não podemos mesmo pedir mais!

terça-feira, 24 de junho de 2008

Consulta

Correu muito bem! Amanhã já completamos os 3 meses de transplante e as benesses são imensas....
  • Um dos medicamentos (Ranitidina), que ele fazia em duas tomas diárias, passa para apenas uma e a outra será só em S.O.S. Mais benesses destas, só para Setembro.
  • Já espaçámos mais um bocadinho a próxima consulta: 4 semanas (agora foram 3). Voltamos a 21/7.
  • Já não precisa de máscara em espaços fechados, incluindo o hospital.
  • Já não precisamos de medir a tensão e a temperatura diariamente, duas vezes ao dia. Nem a urina. Nem os líquidos. Devemos fazer com alguma regularidade, mas sem obrigatoriedade.
  • Pode ir à praia, mantendo só os cuidados com o sol.

As análises estavam muito bem. O nível de tacrolimus até subiu um bocadinho, estava em 7.

De resto, foi uma consulta muito agradável, o Miguel portou-se bem e distribuiu simpatia! Estamos muito contentes!

P.S. Trouxemos uma cópia do resultado das análises. Já no HDE nem sempre o faziam, dependia da disposição. Aqui, foi a primeira vez. Na altura não dei muita importância, mas quando cheguei a casa e estive a olhar bem para elas, até me comovi. Estão mesmo bem, tudo direitinho: potássio, cálcio, sódio, fósforo, etc. Ureia a 38, Creatinina 0,4. Obrigada Rim!

quarta-feira, 11 de junho de 2008

Passeio

Hoje os meninos da sala do Miguel tiveram passeio ao Jardim Zoológico. Assim que vi a circular da escola, fiquei entusiasmada... Fui levá-lo directamente ao Zoo, para evitar as viagens de camioneta. Na semana passada deixei um recado à Educadora com o "Manual de Instruções" (beber água, não partilhar, evitar a fruta ou legumes com casca, abusar do protector solar e do chapéu) e ela aceitou facilmente.

Hoje o dia estava esplêndido. Quando chegámos ao Zoo (antes da hora), já estavam à nossa espera. O Miguel foi logo a correr para os amigos, que o receberam muito bem, como sempre. Fui buscá-lo 4 horas mais tarde e vinha todo contente!

Mais uma etapa superada! Deixar o Miguel com outra pessoa e confiar......... ;-)

segunda-feira, 2 de junho de 2008

Consulta 2/6

Tudo óptimo! Análises bem (creatinina 0,4, ureia 27), tensão bem, aumentou um bocadinho o peso (19,8 Kg, com roupa e sapatos). O nível de Tacrolimus também subiu um bocadinho (6,1). Os medicamentos mantêm-se todos. Voltamos daqui a 3 semanas (Yesss!), nas vésperas do 3º mesário!!

domingo, 1 de junho de 2008

VIVA O DIA DA CRIANÇA!!